Nem todo mundo ainda entende o valor que a colaboração pode trazer para o crescimento da empresa. Aprenda algumas dicas importantes de como colaborar mais efetivamente com um software de gestão inteligente de ideias.

Resumo:

  • Um software de gestão de ideias usado efetivamente pode alavancar o crescimento da empresa.
  • Para permanecer inovando é preciso abrir seu processo para ecossistemas de inovação e também ter iniciativas diferentes para inovações incrementais e radicais.
  • Estimule a inovação em todas as áreas, mas foque nos membros mais engajados.
  • Use recursos de aprendizado como o Canvas para comunicar as ideias e periodicamente mensure seu programa de inovação.

Inovar constantemente virou o padrão para todo tipo de negócio. Para ajudar nesse processo, muitas empresas recorrem a ferramentas de gestão de ideias como o SENNO. 

Estes instrumentos vão ajudar a que times internos e externos consigam desenvolver ideias promissoras.

Mas querer inovar, não é o mesmo que conseguir inovar. Para essas ferramentas funcionarem adequadamente, é preciso que os times estejam dispostos a trabalhar em equipe e saibam colaborar com as ideias uns dos outros.

Vamos a seguir apresentar algumas dicas de como nossos clientes conseguem efetivamente melhorar a colaboração em seus times.

1-  Peça feedbacks constantemente

Feedbacks que ajudam no refinamento da ideia

Começando pelo básico, assim como qualquer atividade, criar boas ideias exige prática, persistência e o mais importante: aperfeiçoamento por meio de sugestões de outras pessoas.

Você pode estar na frente do time por ter um talento nato para criação de ideias, ou vir de uma área que criar ideias faz parte da rotina, mas você sempre pode receber comentários que vão ajudar a ter uma melhor perspectiva sobre ela.

Inovação exige tentativa e erro, testes e ajustes e muitas vezes suor e lágrimas. Muita gente que trabalha com inovação, gosta de acreditar que é o próximo Steve Jobs ou o Sundar Pichai, logo, tudo que sai de suas mentes só pode ser brilhante.

A realidade é que você não é o Steve Jobs e mesmo se fosse, lembre-se que ele estava cercado dos melhores designers, engenheiros e analistas que o dinheiro pode comprar.

Ninguém cria e executa uma ideia brilhante sozinho, por isso peça e ofereça feedbacks as ideias de todos e veja as ideias florescendo graças aos esforços coletivos.

2- Engaje os colaboradores

Medalhas oferecidas em uma plataforma de inovação

As pessoas tornam-se mais inovadoras e criativas quando estão motivadas positivamente.  Isto ocorre se elas acreditam no propósito da organização, na importância do projeto e no impacto que se pode gerar, ao colaborar com uma ideia interessante.

Podemos sinalizar estas virtudes e corresponder às expectativas dos colaboradores de várias formas:

  • Por meio do uso de medalhas de reconhecimento.
  • Declarando apoio institucional para ideias que correspondem aos valores e direcionamento da marca.
  • Oferecendo patrocínio financeiro para que a ideia sugerida seja executada.

Usadas no contexto correto, estas funcionalidades irão te ajudar a aumentar o engajamento.

3- Use Canvas para comunicar ideias

Imagem demonstrando um canvas da matriz FOFA (SWOT)

Há uma série de técnicas que ajudam a traduzir ideias complexas em uma estrutura organizada e de mais fácil compreensão. 

Se você é do mundo da modelagem de negócios, temos os clássicos Business model canvas, Value proposition, FOFA (SWOT), entre outros.

Já se a sua metodologia de inovação pende para o design thinking, temos também uma série de canvas como o Mapa de empatia, Brainstorming e Service blueprint.

Seja qual for o tipo de ideia você esteja querendo comunicar, há sempre um Canvas que acaba ajudando e tornando a mensagem mais concreta.

4- Crie plataformas diferentes para melhoria contínua e inovação radical 

Captura de duas plataformas

Este é um ponto que quem trabalha há um tempo com inovação já percebeu: existem ideias que ajudam a melhorar o que a empresa faz hoje e existem aquelas que vão tornar o que a empresa faz hoje, obsoleto. 

O problema é que é muito mais fácil tentar estimar e aprovar ideias que contribuem com o core do negócio, do que ideias que futuramente vão manter a empresa. 

Muitos dos gestores, inclusive, não terão incentivos para aprovar este tipo de ideia, já que não poderão favorecer-se dos frutos destes projetos de longo prazo.

Por isso, é interessante separar uma plataforma para ideias que deve estar aberta permanentemente como uma caixa de sugestões e a outra que funciona através de campanhas, com uma duração específica e avaliada separadamente.

5 -Convide parceiros externos para seu processo de inovação

Eles vão ser essenciais para colaborar mais efetivamente com o software de inovação

Captura dos Times externos que vão participar de seu programa de ideias

Sabemos que por uma série de motivos, como a aceleração tecnológica e a transformação digital, alteram a dinâmica dos mercados, tornando produtos e modelos de negócio obsoletos em pouco tempo.

Para que você consiga continuar evoluindo seu ritmo de inovação, não é mais possível contar apenas com o conhecimento interno de sua equipe: 

É preciso integrar-se aos ecossistemas de inovação para que as partes colaborem para pensar e executar ideias.

A utilização da inovação aberta é essencial para encontrar novas oportunidades fora do core do seu negócio, já que “ignora” vários dos padrões dominantes da gestão atual  e oferece uma diversidade de pensamentos maior.

6- Mensure seu programa de inovação

Assim como o ditado diz: “você não consegue gerenciar o que você não mede”, é essencial que o progresso de seu programa de inovação seja monitorado via métricas de sucesso.

Alguns clientes mensuram entradas (investimentos), outros medem o processo (ideias criadas), saídas (ideias implementadas) e outros avaliam apenas os resultados (satisfação do cliente, redução de custos, receitas geradas).

Nos aprofundamos mais sobre esse assunto neste artigo.

A maturidade do processo é vista quando você tem dados suficientes para otimizar as atividades realizadas.

Sabemos que é difícil convencer que é preciso de tempo para começar a ter resultados em inovações, especialmente em iniciativas mais ousadas.

Por isso, a importância de ter dados demonstrando o progresso do programa e mostrando onde ele quer chegar.

7– Tente estimular inovação em todas as áreas

Se você deseja que a inovação seja parte do DNA da empresa é essencial que todos sintam-se capazes de contribuir para o processo.

O seu software de gestão de ideias é um forte sinalizador de um compromisso da liderança em oferecer  um canal especialmente dedicado para que áreas diferentes colaborem em projetos conjuntamente. 

Ainda que todos possam e sejam estimulados, nem todos vão dedicar-se profundamente às atividades de inovação.

Não é estranho que pouco mais de 25% dos usuários sejam ativos na plataforma. Se o número for inferior a isto, é motivo de preocupar-se e revisar as causas da baixa participação.

Foque os esforços nos indivíduos que realmente estão engajados na causa e busque tornar estas pessoas embaixadoras, que promovem a inovação em suas áreas e a colaboração transversal entre outras unidades.

Conclusão

Colaborar efetivamente software de inovação

Ao longo do post mostramos como colaborar mais efetivamente com um software de inovação.

Usado de maneira efetiva, ele será um acelerador de mudanças para reformular a estratégia da empresa e desenvolver novos projetos que irão alavancar o crescimento da organização.

Mas é preciso ressaltar que o software sozinho não vai tornar sua empresa inovadora, é preciso um comprometimento de longo prazo da liderança e que práticas de inovação sejam incorporadas como um valor da companhia. 

Isto pode levar tempo e encontrar barreiras que tentem travar as mudanças, por isso é importante investir também em treinamentos de inovação e criatividade e eventos internos para fomentar uma cultura  voltadas a pensar diferente e desafiar os padrões estabelecidos.